NOTICIAS: Notícias do PROMOB-e

PNME

PNME lança 1º Anuário Brasileiro de Mobilidade Elétrica

A publicação apresenta um panorama do tema no Brasil e busca contribuir com a implementação de políticas públicas para o setor

No último dia 15 de março, a Plataforma Nacional de Mobilidade Elétrica (PNME), cuja coordenação é apoiada pelo projeto PROMOB-e, realizou o lançamento do 1º Anuário Brasileiro de Mobilidade Elétrica. O estudo é uma iniciativa da PNME – que agrega mais de 30 instituições da indústria, do poder público, da academia e da sociedade civil – e tem como objetivo reunir informações e análises que contribuam para o desenvolvimento de políticas públicas de mobilidade elétrica, além de apresentar um panorama atual do uso da tecnologia no país.

Ao todo, são 180 páginas repletas de informações que contribuem para a pesquisa e o desenvolvimento tecnológico e para o aumento do sincronismo entre organizações da sociedade civil que tratam da mobilidade elétrica. Segundo o coordenador-executivo da PNME, Marcus Regis, o Anuário foi elaborado ao longo de meses de trabalho, com a contribuição de vários especialistas. “O estudo foi construído para gerar um panorama abrangente desta pauta tão fundamental para o desenvolvimento sustentável do Brasil”, afirma.

A publicação destaca informações importantes para desenvolvimento do setor no país, como iniciativas em curso em empresas e organizações, modelos de negócios de países vizinhos, informações sobre o tamanho do mercado, o mercado por região e até mesmo tipos e modelos de veículos mais procurados. O estudo também aborda o impacto da pandemia do novo conoravírus no setor da mobilidade elétrica, principalmente a partir da perspectiva econômica.

O 1º Anuário Brasileiro de Mobilidade Elétrica está disponível em formato PDF gratuitamente no site da PNME.

Leia também

Comentários (0) Postar comentário ›

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

Li e aceito os termos da Política de Privacidade.

Usamos o Akismet para a redução de spam. Saiba como seu comentário é processado.