NOTICIAS: Notícias do PROMOB-e

PROMOB-e

Futuro da mobilidade elétrica no Brasil foi tema de conferência em São Paulo

Evento, que durou três dias, foi realizado pelo PROMOB-e em parceria com SENAI e FIESP

A Conferência Perspectivas para a Mobilidade Elétrica no Brasil, realizada pelo PROMOB-e com apoio do SENAI-SP e da FIESP, reuniu especialistas em mobilidade elétrica de quarta a sexta-feira (21 a 23) em São Paulo. O evento contou com palestrantes nacionais e internacionais da academia e de empresas, agências de regulação e governo, que promoveram múltiplas discussões sobre o cenário atual e o futuro da tecnologia no país. 

No primeiro dia, a infraestrutura foi o foco do evento, abrangendo desde estruturas de recarga de veículos elétricos até tecnologias de baterias. Durante a tarde, os participantes se dividiram em mesas redondas para discutir tecnologias de baterias, eletropostos e roadmaps tecnológicos.

Já segurança e manutenção motivaram os debates do segundo dia, que trouxe especialistas em regulamentação e tecnologias de segurança. Além das exposições, foram realizadas uma oficina sobre normas e regulamentações e uma mesa redonda para elaboração de proposta para a Plataforma Brasileira para a Promoção de Mobilidade Elétrica.

Na sexta, último dia de evento, o centro dos debates foram os modelos de negócios para a mobilidade elétrica, com apresentação de cases de inovação pelos agentes da tecnologia no país. “Temos que estar preparados, e para isso precisamos trocar ideias e de muita pesquisa e inovação”, afirmou Paulo Skaf, presidente da FIESP. 

O PROMOB-e é uma iniciativa do Ministério da Economia em parceria com o Ministério Alemão de Cooperação Econômica e para Desenvolvimento (BMZ).

Leia também

Comentários (0) Postar comentário ›

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

Li e aceito os termos da Política de Privacidade.

Usamos o Akismet para a redução de spam. Saiba como seu comentário é processado.